Peruíbe


Haras São Francisco recebe alunos de Veterinária da Unimes

19/10/2018 07:52

 

Devido ao seu rigoroso critério de vacinação e intensivo controle de doenças através de exames, o Haras São Francisco, em parceria com a Universidade Metropolitana de Santos, através do professor de Equinocultura, Dr. Amaury Alipio Pimentel, recebeu, na última sexta-feira (19), os alunos do curso de Medicina Veterinária Unimes para um dia de vivência.

O Haras, localizado na cidade de Peruíbe, litoral de São Paulo é tido como referência na região por promover a saúde e bem-estar dos cavalos nele estabulados através da vacinação sistemática, controle de doenças como a Anemia Infecciosa Equina (AIE) e o Mormo, através das exigências de exames periódicos.

O Haras leva em consideração, ainda, a importância do enriquecimento ambiental, através da soltura dos cavalos em piquetes, resultando em socialização e reduzindo, assim, as possibilidades de estresse e demais desvios comportamentais.

Os alunos participaram da rotina e manejo do Haras desde cedo. A eles foram apresentadas as instalações do HSF. Piquetes, selaria, cocheiras, lavador, pistas de montaria e equitação funcional, redondel e loja de artigos equestres.

A idealizadora e proprietária do Haras, Vanessa Mariano, dissertou sobre o manejo, alimentação, a limpeza das baias, ensinou-os a escovar e encilhar os cavalos. Os alunos tiveram a oportunidade de montar, sob a tutela dos funcionários Danilo Lima e Vagner Guedes.

A eles foram apresentados o cronograma de vacinação, os exames de AIE e Mormo e, ainda, eles puderam acompanhar a pesagem e vermifugação de um dos animais. Como resultado de tal tratamento criterioso, eles puderam conhecer os cavalos mais idosos do Haras, com idades entre 28 a 33 anos que gozam de plena vitalidade.

Eles também puderam conhecer a grande variedade de raças encontradas no Haras, e seus andamentos. Por fim, Vanessa e Vagner Guedes, ferrageador do Haras São Francisco, apresentaram alguns conceitos do ferrageamento, explanando sobre os aprumos, casqueamento e os procedimentos do ferrageamento a frio e quente.

O professor Amaury destacou a importância do contato presencial de seus alunos com o cuidado com os equinos e enalteceu os esforços de Vanessa Mariano em sua militância no que concerne as exigências sanitárias de exames e vacinação.

Para Vanessa Mariano, essa experiência fora enriquecedora. Ela finaliza agradecendo a oportunidade de poder contribuir para a formação desses futuros doutores.

 

—————

Voltar